sexta-feira, 8 de abril de 2016

Giallos - Amor Só De Mãe































 
No primeiro álbum dos Giallos, ¡Contra! (2013), ficar atônito era a primeira reação de qualquer um. Ver no palco então, era um espetáculo à parte. A fórmula está no novo lançamento também, Amor Só De Mãe, que chega mais áspero que o debut e mostra que a música é uma das melhores armas nesses tempos de ódio e desinformação.

A realidade do nosso atual contexto político e social é uma das bases para o trabalho, não só para as letras mas para toda a angústia do instrumental, que agora foi encorpado por um theremin e um cassiotone ligado num pedal fuzz. É a História sendo contada em forma de canção. Ouça atentamente faixas como “Eles”, “Baobá Blues” e “Movimento” para sacar que a mensagem é dura, direta.

A música fala e transmite: é impossível não se envolver com o ritmo, o improviso de “Dança Macabra”, impossível não pensar com desprezo sobre o ódio e o fanatismo religioso que exterminam povos por todo o mundo, tema  de “Pombo Bomba”, ou engolir a mentalidade do “bandido bom é bandido morto” em “Memento Mori”.

“Amor Só De Mãe”, faixa-título e primeiro single lançado, é um atestado de que somos ludibriados o tempo todo pelo sistema religioso machista, o da salvação em troca de sangue, poder e dinheiro, nos fazendo esquecer que amor verdadeiro só tem uma fonte.

Pensado para o formato k7, Amor Só De Mãe tem 30 minutos cravados e cinco faixas de cada lado. Punk na essência e lo-fi na estética, o álbum foi gravado ao vivo e registra com excelência o que é o Giallos: uma explosão blues guerrilheira, que vai passar por você como um tornado deixando sequelas irreparáveis. Um respiro autêntico no mundo fake e imprescindível para o 2016 dos brasileiros. 

Por Mariângela Carvalho (Distúrbio Feminino) 









(((Our Noise Full)))

quinta-feira, 31 de março de 2016

Bad Rec Project - The Dirty Smoke Years































The Dirty Smoke Years é o Segundo álbum cheio da Bad Rec Project, banda de uma pessoa só formada por Caíque Guimarães experimentando dentro de casa e gravando tudo de maneira lo-fi e entregue ao emo 90’s. O disco compila gravações realizadas entre 2008 e 2011 entre covers e faixas novas.
Além da Bad Rec, Caíque também toca na Baztian, Ximbra e Jorg, todas de Maceió, cidade onde também ajuda a manter o coletivo PopFuzz
The Dirty Smoke Years sai em parceira com a Transtorninho Records








Our Noise Full

sexta-feira, 11 de março de 2016

Lê Almeida - Mantra Happening






























O Brasil é um país tão grande, as unanimidades são raras. Passei por Recife e São Paulo, por Fortaleza e Curitiba, Brasília e Rio, Goiânia e Belo Horizonte… há sempre alguém ouvindo o Lê Almeida. Geralmente moleques como ele próprio foi quando começou a tocar e gravar. Eles se comunicam, eles se entendem. Eles estão falando de coisas sem fronteiras, como fica evidente neste disco, gravado em seu próprio estúdio, o Escritório, base da sua própria gravadora, a Transfusão Noise Records, no pulsante e caótico coração do Rio de Janeiro. 

MANTRA HAPPENING é um disco como nenhum outro. Depois de muitos anos cruzando o país com seus shows concorridos, Lê, Bigu, Joab e João viveram muitas coisas juntos. Riram, choraram, fugiram, encantaram, amaram. Conheceram os quatro cantos do país, carregados por riffs, tecnologia, pelas paixões que despertaram por aí. Todas essas experiências mudaram quem eles são, o que pensam, como fazem suas músicas. A banda chega sólida e coesa a estas surpreendentes paisagens sonoras. É uma nova onda, uma brisa diferente: um salto quântico através de composições longas e lisérgicas, muito fluidas, enérgicas, totalmente climáticas e vigorosas, em que dividem letras e gravam ao vivo. Em ORAÇÃO DE NOITE CHEIA, a faixa de abertura, já somos magneticamente absorvidos por este novo mundo: a banda está se aventurando — e se arriscando — por essas texturas da fita, pelas jams onde tudo pode dar muito errado ou muito certo, em uma delirante sessão evidenciando o domínio do seu estúdio e das suas ferramentas. MARÉ é a síntese perfeita — com seus 12 minutos e 54 segundos — do otimismo puro e contagiante dessa banda. Uma década de exploração apaixonada pelas nuances dos registros Lo-Fi, dez anos produzindo instintivamente centenas de faixas e letras sobre os eixos fundamentais da adolescência, a identidade, o amor e a amizade, as questões essenciais. O disco avança e ENAMORANDIUS arrasta-nos para este lugar onde a sensualidade dança em uma pulsão rítmica: “Eu cruzei o sol só para te ver mais de perto, eu cruzaria todo sem pensar um deserto”. Desde as primeiras tentativas de gravações caseiras na sala da casa dos pais, há uma linha crescente conectando os pontos da trajetória dessa banda. É admirável ver isso tudo acontecer, e HOJE EU NÃO VOLTO SOZIN é um grande panorama. Na última passagem dessa viagem encontramos CREME SUNSHINE e a certeza de que a história vai continuar, e vai longe, porque estamos diante de uma passagem: daqui para a frente, a música dessa banda não reconhece fronteiras. Ela reconhece a humanidade de um ponto de vista muito brasileiro, muito carioca, muito moderno, misturando a nova e a velha tecnologia, para fazer canções contagiantes.

Por Yury Hermuche (FireFriend)




 

Mantra Happening foi gravado em cassete e ao vivo no Escritório, entre rituais de improvisos e libertação espiritual. O disco sai via Transfusão Noise Records em CD e cassete, com distribuição da Deckdisc. As versões físicas contam com um vasto material gráfico que inclui mensagens de harmonia, letras e um manual consciente do space cookie.







FREE DOWNLOAD




* show de lançamento no auditório do MIS / SP dia 19 de março as 21:30 *


(((Our Noise Full)))

quinta-feira, 25 de fevereiro de 2016

Microndas - Melantrópico































Melantrópico é o terceiro cheio da Microndas, quarteto do ABC Paulista em atividade desde 2012. Assim como seus antecessores, o álbum é bem intencionado nas melodias emocore dos anos 90, abordando os altos e baixos de relacionamentos e amizades. 
Com arte assinada por Flávio Grão, Melantrópico foi gravado de novembro a dezembro de 2015, num estúdio do ABC e em outro na capital. 
Microndas é Cesar, Edson, Fumaça e Samurai.






DOWNLOAD





(((Our Noise Full)))

quinta-feira, 4 de fevereiro de 2016

Carpete Florido - Bom Rapaz (EP)

































A Carpete Florido é uma banda de momentos, lança algo esporadicamente e faz poucos shows. Liderada por Evandro Fernandez, um dos fundadores da Transfusão Noise Records, a Carpete é uma das bandas mais antigas do selo nascido na baixada fluminense em 2004. Sua breve discografia tem dois EPs Estelar, de 2009 e Meus Heróis, de 2010, além de participações em compilações.

Bom Rapaz foi gravado no Escritório em 2015 por Evandro (baixo, guitarra e voz), João Casaes (guitarra), Rodrigo Pastore (voz) e Lê Almeida (bateria). Com um som mais pesado que os registro anteriores, o novo EP fala sobre crises existenciais, amizades turbulentas e relacionamentos.

Artes por João Casaes, produzido por Lê e João.






DOWNLOAD



(((Our Noise Full)))

sexta-feira, 11 de dezembro de 2015

Badhoneys - Ghost





























A Badhoneys é um power trio de Porto Alegre que une o peso e agressividade do grunge do stoner rock às influências oitentistas que vão de New Order a Pixies. Formado por Giana Cognato na guitarra e vocais, Rodrigo Souto no baixo e Diego “Marretão” Maraschin na bateria, a banda lançou dois EPs entre 2011 e 2012, que permitindo rolês pelo sul, sudeste e Argentina . O novo álbum, intitulado GHOST, começou a ser produzido em 2013, mas devido a contratempos está saindo agora, no final de 2015, pela Transfusão Noise Records. O disco de estréia reúne o peso característico da banda ao vocal carregado de emoções da vocalista Giana, em 10 faixas em que a crueza “true” da banda procurou ser preservada para os ouvintes que querem levar aquele “soco na cara” ao ouvir o álbum, aliada a um acabamento mais cuidadoso de cada faixa. Badhoneys está de volta, mais pesada, mais “true”, mais agressiva, mais emocionante, mais rock!






DOWNLOAD 



Our Noise Full

quinta-feira, 12 de novembro de 2015

The John Candy - Ghostpedia





Em 2015 a The John Candy completa o seu ciclo de 10 anos de atividades, história que começou com o lançamento do disco “In Your Arms I Was Happy” (London Burning Records) gravado de modo caseiro e contando com Guilherme Almeida e Vinicius Leal, registrando suas primeiras composições na nova banda. (ambos vinham bandas diferentes do cenário indie carioca).

“Overdrive Beach” (Pisces Records) foi lançado em 2008, agregando Gustavo Cockel no baixo e Marlon Gaspar na bateria. Com uma produção mais caprichada que o primeiro disco, Overdrive Beach angariou novas conquistas dentro do universo indie pop fazendo a banda circular em diversos shows tanto no Rio quanto fora
A partir de 2010, Joab Régis passou a assumir a bateria e em 2012 foi lançado “Dreamscape” (Transfusão Noise Records / Fuego Amigo Discos). O disco figurou em algumas listas de melhores do ano e rendeu uma turnê que passou por estados do Sul e Sudeste, passando também pela Argentina e a banda dividiu palco com nomes como Beach Fossils, Ringo Deathstarr, Sebadoh e Stephen Malkmus and The Jicks

Comemorando seus 10 anos de banda, a The John Candy chega ao 4° álbum “Ghostpedia” (Transfusão / TBTCI Records), com letras sobre fantasmas do cotidiano e todas as vivencias em turnê, alinhando guitarras soturnas com vocais serenos. O novo registro celebra nuances climatizadas por reverbs e delays potentes.
O disco também sairá em um pendrive box contendo também os 3 álbuns anteriores além de fotos, vídeos e algumas faixas extras.







DOWNLOAD




Our Noise Full

segunda-feira, 28 de setembro de 2015

Ostra Brains - Gelato Luv (EP)





























 
Ostra Brains é uma dupla carioca formada por Amanda Flores (voz) e Fábio Esteves (guitarra), que se uniram em 2014 para para fazer um som despretensioso, sujo, simples e com melodias grudentas. "Gelato Luv", EP de estréia da banda, é influenciado pelo garage punk e pela atitude feminista riot grrrl, reunindo oito faixas curtas e dançantes sobre vívidas sensações. A informalidade se faz necessária.

78º lançamento da Tranfusão Noise Records, "Gelato Luv" foi gravado no Escritório com a produção de Lê Almeida, masterizado por João Casaes e contando com a baterista Karen Braga. A capa é assinada por Amanda.


Our Noise Full

segunda-feira, 13 de julho de 2015

Gaax - Campo dos Sonhos































Um ano após lançar EXPerimental Gospel Sessions, disco de estreia em que Felipe Oliveira gravou quase tudo sozinho em casa, o Gaax retorna como power trio, contando com João Casaes no baixo e Lê Almeida na bateria. Segundo álbum da banda, Campo dos Sonhos esbanja delicadeza e vitalidade em canções sentimentais que versam sobre desilusões com o mundo e desventuras amorosas, seja narrando cenas cotidianas ou se perdendo em paisagens metafóricas.

Felipe externa suas angústias em 14 faixas que beiram os dois minutos e alternam entre vibes que vão de serenidade turbulenta (Frio) a lamentos viscerais (Convite). Condensando melancolia e explosão de vigor, a candidata a hit Mega Boy materializa um sentimento de solidão dominical recorrente nas criaturas mais jovens da espécie humana. Seu refrão de guitarras distorcidas é tão melódico quanto sincero: “se confiar em mim, prometo não desapontar / não sou um amigo trivial / eu sonho em ser feliz em pesadelos diários / você acha que eu vou me dar mal”. Não confie em alguém que não se identificar com os versos desse pulsante Campo dos Sonhos.

O disco foi totalmente gravado no Escritório, o quartel general da Transfusão Noise Records, localizado no centro do Rio. A produção ficou por conta de Lê Almeida e João Casaes, que também cuidou da masterização. A capa é assinada por Jorge Polo. Lançado pelos selos Transfusão Noise Records e Pug RecordsCampo dos Sonhos está disponível nos formatos CD e K7.














Our Noise Full


terça-feira, 23 de junho de 2015

LuvBugs - Enxaqueca

































Melodias açucaradas, timbres crocantes e riffs alucinógenos. Agite isto ao ritmo de um rock que balança entre o bubblegum e a balada. Sem perceber, após 5 minutos, você será levado a bater palmas, balançar a cabeça ou fazer uma performance digna de um campeão de air guitar. A receita do disco “Enxaqueca”, primeiro álbum cheio do casal carioca LuvBugs (que sucede o EP Coração Vermelho, de 2014), é o mais novo tratamento contra este e outros males. Porém, como todo bom remédio, o álbum traz efeitos colaterais. A onda bate forte. Em pouco tempo, não haverá mais como escapar dos refrões mais grudentos da cena independente carioca. Em casa, na aula ou no trabalho, o zumbir de canções como “Dissolver Sensação”, “Verde Zen” ou “My Babe” irão entrar pelo ouvido, se instalar no cérebro e liberar altas concentração de dopamina.


O álbum teve as baterias gravadas no Escritório e todo o restante gravado no apartamento do casal. Valorizando a beleza de cenas do cotidiano, Rodrigo e Paloma precisam de histórias simples para criar discos despretensiosos e cativantes, usando uma fórmula que é eficiente porque é espontânea.
Enxaqueca é o 76º lançamento da Transfusão Noise Records. A produção ficou por conta de Rodrigo Pastore, enquanto Lê Almeida, pela primeira vez, cuidou da masterização. A capa é assinada por Clara do Prado.


Por Luiz de Magalhães e Eduardo Vasconcelos 








DOWNLOAD





Our Noise Full

segunda-feira, 25 de maio de 2015

Microndas - Segundo



























O Microndas surgiu em 2013, em São Bernardo do Campo, para dar vazão aos devaneios poéticos e arranjos intimistas do vocalista e guitarrista Edson. Meses depois, o projeto solo  virou um quarteto, incorporando Samurai (baixo), Fumaça (batera e voz) e César (guitarra e voz). Em 2014, eles lançaram de forma independente o debute homônimo “Microndas”.

Composto de maneira mais colaborativa, “Segundo” conta com pequenas experimentações dentro da atmosfera noventista onipresente nas composições do Microndas. O disco marca a entrada da banda para o cast da Transfusão. As 11 faixas foram produzidas, gravadas e mixadas pela própria banda em 2014, enquanto a masterização ficou por conta de João Casaes.

As artes foram feitas por Flávio Grão, responsável por várias ilustrações de bandas da região do ABC.






DOWNLOAD




Our Noise Full


Novos videos > Lê Almeida e LuvBugs

Assista o video da faixa "Verde Zen" que estará no primeiro disco cheio da LuvBugs, prester a sair!





Assista "Bad Vibes" video novo do Lê Almeida





Our Noise Full